NOTICÍAS/IMPRENSA

< VOLTAR

4cc307e329e4fa89c52a1350bb6774cc.jpg

SINDIPE REITERA IMPORTÂNCIA DE AGÊNCIAS DO IPE NO INTERIOR DO ESTADO

O Sindipe recebe com muita preocupação a notícia do fechamento das agências do IPE-Saúde e IPE-Previdência no interior do Estado. É compreensível que a Pandemia tenha forçado o distanciamento e incrementado o atendimento online, apesar desta modalidade já ter iniciado sua implantação antes da chegada da Covid-19. Também estamos cientes de que a tecnologia veio para ficar, mas sabemos que existem inúmeros empecilhos para que o IPE ofereça apenas atendimento informatizado. Muitos segurados são idosos e têm dificuldades em acessar o atendimento online, outros não dispõem de acesso à internet de boa qualidade ou de pessoa próxima que possa auxiliar. E ainda existem situações que necessitam de atendimento presencial. O Sindipe conhece bem a situação dos segurados, uma vez que representa os servidores do Instituto de Previdência e lida diretamente com os problemas da categoria e seus segurados. Desta forma, alertamos que os problemas serão ainda maiores passada a Pandemia, pois a demanda por atendimento de todas as especialidades irá aumentar. E ainda teremos a inclusão de outras categorias, visto que a OAB já teve sua inclusão aprovada no IPE e outras virão. Outra situação que nos preocupa é a dos servidores dos municípios do interior vinculados ao IPE. Fomos informados que ficou definido pelo IPE-PREV que todos deverão ter sua lotação permanente na Capital Porto Alegre,  a contar de julho de 2021. Os trabalhos serão em regime de teletrabalho, com vindas esporádicas ao local, no caso Porto Alegre e quando a chefia determinar o servidor terá que trabalhar presencialmente. O Sindipe questiona essa decisão,  uma vez que mexe com a vida pessoal dos servidores sem qualquer escolha, bem como a importância deste junto a comunidade local. 

 

Assim, o Sindipe solicita aos presidentes do IPE-SAÚDE e IPE-PREV, respectivamente Júlio César Ruivo e José Guilherme Kliemann, que revisem essas decisões, em conjunto com o governador Eduardo Leite. O Sindicato se soma ao Fórum Permanente em Defesa do IPE-Saúde, à Fessergs - Federação Sindical dos Servidores Públicos no Estado do RS e a Famurs - Federação dos Municipários nesta causa que é em defesa do melhor atendimento possível aos segurados.